terça-feira, 6 de março de 2012


Que seja carinho todos os dias, que seja afago, abraço e gosto de quero mais. Que seja dor também, mas dividida, equilibrada. E que seja todos os dias. Mas quando a companhia já for indiferente e o tanto faz prevalecer, então, que não seja mais. Que a mesmice não invada os dias e que seja sempre bom ter a pele na pele. Mas quando isso for a segunda opção, que não seja mais. Porque não quero uma meia história. Não quero o comodismo e o descaso.

Então, que sejamos eternos. Eternamente nós.

Escutar:  Criado Mudo, O Teatro Mágico.

2 comentários:

Amanda Schmidt disse...

E que seja breve o tempo até teu próximo texto. Sinto que vou passar mais tempo por aqui agora. Saudade.

BiiaFerreira disse...

Hoii linda,seu blog é lindo e já estou seguindo,segue de volta ?
http://biiaferreira-biaferreira.blogspot.com.br/
ameii o post =)
increva-se no meu canal do youtube:http://www.youtube.com/user/b92535?feature=mhee
bjbj